quarta-feira, 18 de maio de 2011




Grégoire detesta a escola. Reprova, acumula faltas e expulsões e os pais têm dificuldade em encontrar um estabelecimento que o aceite. Ele sente-se infeliz por ter de ir à escola e por ver os pais sempre a discutir, mas esquece tudo isto quando faz trabalhos manuais, actividade onde é excepcionalmente bom e inventivo. Nada lhe agrada mais do que passar horas a fio a conversar e a fazer bricolage com o seu avô Léon. Surge porém um momento em que Grégoire vai ser obrigado a crescer...

Sem comentários:

Enviar um comentário